Psicologia experimental versus psicologia racional: um debate interno às instituições de ensino da Companhia de Jesus no século XX - Psicologia no ensino dos jesuítas

Marina Massimi

Resumo


O artigo aborda a discussão ocorrida em instituições educacionais da Companhia de Jesus sobre a função da psicologia no currículo de estudos, nas primeiras décadas do século XX na Europa. O estudo baseia-se num levantamento histórico de fontes inéditas no arquivo geral da Companhia de Jesus em Roma. A análise dos dados levantados evidencia que um dos temas mais debatidos é aquele das relações entre psicologia experimental e psicologia racional. Os resultados apontam que esta discussão é perpassada pela tensão entre tradição e inovação, que caracteriza a posição intelectual da Companhia como um todo; e pelo critério jesuíta da acomodação (acomodatio), ou seja, a necessidade da adequação ao contexto espaço-temporal de atuação. Mostram também que foi grande o interesse pela psicologia experimental no âmbito da Companhia naquele período histórico.

 


Palavras-chave


psicologia experimental; psicologia racional; ensino da psicologia; instituições educacionais dos jesuítas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.