Introdução ao pensamento abolicionista: algumas contribuições para o psicólogo no campo jurídico

Candela Andrea Ramallo Garcia, Maria Márcia Badaró Bandeira

Resumo


O presente artigo faz uma introdução e discussão do pensamento Abolicionista – que discute e problematiza o Sistema Penal, defendendo a sua abolição, e pensa elementos para a construção de outras formas de resolução de conflitos sociais que não seja pela punição e/ou a pena de privação de liberdade (total ou parcial). Apresenta-se breve histórico sobre a prisão e a chegada da Criminologia na América Latina e no Brasil, de forma a contextualizar a discussão sobre o Sistema penal - objeto de estudo dos Abolicionistas. Uma vez que a psicologia faz-se presente no campo jurídico, entrar em contato com as teorias abolicionistas e sua discussão sobre o sistema de resolução de conflitos atual e a cultura do castigo presente na sociedade contribui para que as práticas psi sejam pensadas em relação ao contexto e problematizadas, para, assim, trabalhar de forma ética e comprometida.

 


Palavras-chave


pena prisão; ética profissional; abolicionismo penal.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.