A percepção de familiares de ex-apenados sobre a experiência do cárcere e do processo de inclusão social

Maria Hercília Rodrigues Junqueira, Patrícia Dayane Marques de Souza, Vanessa Aparecida Alves de Lima

Resumo


Partindo do pressuposto de que o encarceramento afeta não somente o indivíduo que vai para a prisão, mas também as pessoas próximas ao mesmo, principalmente sua família, esta pesquisa teve como objetivo conhecer a percepção de familiares sobre a experiência durante o encarceramento, com foco no retorno do seu parente ao meio familiar e à atividade profissional (inclusão social). Foram realizadas 05 entrevistas não diretivas com familiares. Os resultados demonstraram dados referentes ao estigma, desde a constituição da própria família, com preconceito dos familiares das esposas; dificuldade e constrangimento nas visitas à prisão; o papel do trabalho no período do cárcere e no retorno à sociedade; pessoas significativas no processo de inserção social; espiritualidade/religiosidade para suportar o cárcere. 


Palavras-chave


família; cárcere; inclusão social

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.