Análise da atividade: profissionais do sexo do Parque Moscoso

Ana Paula da Vitoria Mattedi, Maria Elizabeth Barros de Barros, Silvia Vasconcelos Carvalho

Resumo


Neste artigo analisamos a atividade das profissionais do sexo do Parque Moscoso, ES/Vitória, Brasil. Para seu desenvolvimento, utilizamos o conceito de atividade advindo de uma linhagem francesa de estudos sobre o trabalho, a Ergonomia, e ampliado pela Ergologia – que pontua que o trabalhador jamais reproduz o que lhe é demandado somente – e pela Clínica da Atividade – que inclui na atividade não apenas o que o trabalhador fez, mas também o que não pôde fazer. Após algumas derivações impostas pelo processo de pesquisa, nos inspiramos no método da Instrução ao Sósia para construir diálogos com essas profissionais. Com este trabalho, queremos ressaltar as invenções e potencialidades presentes na vida dessas mulheres, que certamente não se reduzem às prescrições escritas e não escritas para sua ocupação.

 


Palavras-chave


profissionais do sexo; atividade; instrução ao sósia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.