Breve contribuição à história da psicologia aplicada ao trabalho no Rio de Janeiro

Antônio Gomes Penna

Resumo


Através da leitura crítica da primeira edição do texto “Ciências Sociais” de Lourenço Filho, pode-se tecer algumas considerações sobre o desenvolvimento da Psicologia Aplicada ao trabalho no Rio de Janeiro. No entanto, para se falar na implementação deste campo, é necessário mencionar o pioneirismo dos estados de Minas Gerais e São Paulo, assim como a contribuição de engenheiros e administradores. Neste cenário, destaca-se a atuação de profissionais como Roberto Mange, Léon Walther, Otávio Martins, Mira y López e em especial o psicólogo Waclaw Radecki, cujo Laboratório de Psicologia Experimental origina o Instituto de Psicologia. Outro importante nome é o do professor Etienne Souriau, responsável pelo curso em Psicologia Aplicada ao Trabalho, parte constituinte da disciplina 'Psicologia e Filosofia' da Universidade do Distrito Federal.


Palavras-chave


História da Psicologia Aplicada ao Trabalho; pioneirismo; Universidade do Distrito Federal

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.