Demolições da Memória de um Psicólogo Anônimo: a invasão no cotidiano por flechas do Vietnam

Luís Antônio dos Santos Baptista

Resumo


O artigo objetiva analisar os atravessamentos das tramas da história nas práticas psi. Especificamente o ensaio destaca o período da ditadura militar no Brasil e seus efeitos políticos na clínica e nas instituições da saúde mental. Pretende, à luz das categorias de cotidiano e criação de Maurice Blanchot, e das reflexões de Walter Benjamin sobre história e memória, problematizar o relato autobiográfico no qual o eu do narrador apresenta-se como o protagonista da história narrada.

Palavras-chave


cotidiano; memória, saúde mental, Benjamin; Blanchot

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.