“A beleza de ser um eterno aprendiz”: Uma palavra sobre a formação do psicólogo

Maria Cristina Fernandes Lima

Resumo


O texto analisa, a partir da experiência da autora na Universidade Federal Fluminense, a formação nos cursos de Psicologia, mostrando como algumas práticas dessa formação estão naturalizadas, sendo reproduzidas sem questionamento. Através do contato com autores como Deleuze, Guattari e Foucault e com a Análise Institucional, a autora reflete sobre a formação marcada por um discurso especialista hierarquizado e pelo clássico modelo clínico dual, e constata também a presença de algumas práticas instituintes que visam romper com o dizer/fazer instituído, lutando por uma formação e supervisão mais críticas em nossos cursos, a fim de formar um profissional mais implicado com as suas práticas cotidianas e seu lugar no contexto social.


Palavras-chave


formação do psicólogo, Análise Institucional, discurso especialista

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.