Instituição e intervenção institucional: percurso conceitual e percalços metodológicos

Simone Mainieri Paulon

Resumo


O artigo problematiza o conceito de instituição a partir da proposição deleuziana de que os conceitos com alto grau de ‘porosidade’ viabilizam múltiplas formas de com eles operar. Persegue as variações compreensivas que este conceito vai assumindo nas diferentes correntes do movimento institucionalista francês.  Percorre, para isso, brevemente, as condições históricas que resultaram nas elaborações teóricas de cada uma das principais correntes do movimento para delinear os efeitos metodológicos por elas produzidos. O artigo se encerra com a apresentação, em quadros comparativos, de conceitos-chave que sintetizam as nuances diferenciais entre cada uma das cinco correntes abordadas: a psicossociologia, a pedagogia institucional, a psicoterapia institucional, a análise institucional e a esquizoanálise. 

Palavras-chave


instituição; movimento institucionalista francês; análise institucional; esquizoanálise

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.