Políticas Editoriais

Foco e Escopo


Mnemosine publica dois tipos de contribuição, sempre ligados à história de saberes e práticas psicológicas: artigos e biografias. Para que a contribuição encaminhada entre em processo de avaliação, é imprescindível atender às diretrizes especificadas a seguir.





Formato do documento


    Folha de rosto despersonalizada contendo:


    Título pleno em português;


    Sugestão de título abreviado para cabeçalho, com cinco palavras no máximo;


    Título pleno em inglês, compatível com o título em português.


    Folha de rosto personalizada contendo:


    Título pleno em português;


    Sugestão de título abreviado;


    Título pleno em inglês;


    Nome completo de cada autor, seguido por afiliação institucional (nome da instituição a que pertence);


    Indicação do endereço completo da preferência do(s) autor(es) para envio de correspondência. O endereço eletrônico deve também ser indicado, para constar da publicação.

3. Folha contendo resumo em português : 100 a 150 palavras, seguido de 3 palavras-chave. As biografias e resenhas dispensam resumo e palavras-chave;


4.Folha contendo Abstract e key-words : tradução do resumo e das palavras-chave em inglês, quando se tiver aplicado o item anterior;


5.Folha contendo títulos de todas as figuras , numeradas conforme indicado no texto, quando for o caso;


6. Figuras, fotos e tabelas devem ser enviadas separadamente, com arquivo suplementar, no formato *.jpg, com resolução máxima de 72 dpi. Indicar no texto o lugar onde serão incluídas, com referências do tipo: Figura01, Tabela02 ou Grafico02 e demais, salvando os arquivos com nomes correspondentes: figura01.jpg, tabela02.jpg, grafico02.jpg e demais.


7.Importante: para nomear as imagens não utilize letras maiúsculas, acentuação, espaços ou caracteres especiais (o “ç” é entendido como caracter especial);


8. Tabelas, incluindo título e notas , uma por página em papel e por arquivo de computador, quando for o caso;


9. Texto propriamente dito , sinalizado por um sistema de títulos e subtítulos, em negrito, que reflitam sua organização. As notas deverão ser de fim ordenadas por algarismos arábicos, da seguinte forma: a) Vá ao menu “Inserir”, clique na guia “Referência” e escolha “Notas...”; b) Na janela que se abrirá, escolha “Notas de fim”; c) Escolha o Formato do número “1, 2, 3...” e clique em “Aplicar” para encerrar a formatação.


Normas de Citação


A Editoração de Mnemosine se baseia nas normas da ABNT. As menções a autores no correr do texto devem subordinar-se à forma (SOBRENOME DO AUTOR, data) ou (SOBRENOME DO AUTOR, data, página), como nos exemplos: (FOUCAULT, 1984) ou (FOUCAULT, 1984: 13). Diferentes títulos do mesmo autor publicados no mesmo ano deverão ser diferenciados - nas citações e nas referências bibliográficas -, adicionando-se uma letra depois da data. Ex.: (PORTELLI, 1997a), (PORTELLI, 1997b). No caso de citações com mais de dois autores, somente o sobrenome do primeiro deverá aparecer, seguido de et alii. (SAVIANNI et alii., 1998), ficando a especificação completa para as referências bibliográficas.


As referências bibliográficas (use este subtítulo e liste apenas as referências utilizadas efetivamente no texto) deverão ser listadas ao final do artigo, em ordem alfabética, de acordo com o sobrenome do primeiro autor e obedecendo à data de publicação (do trabalho mais recente para o mais antigo). Não devem ser abreviados nomes de autores, títulos de periódicos, livros, editoras, cidades etc.


No caso de obras cuja data de publicação original seja imprescindível para a coerência do texto - como é comum em trabalhos de história -, e havendo sido utilizada uma edição posterior ou uma tradução, isto deve ser explicitado no próprio texto ou em nota de fim.



Exemplos de referências bibliográficas:


Livros:

GINZBURG, Carlo. História noturna. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.


Artigos de periódicos:

ARTIÈRES, Philippe. Arquivar a própria vida. Estudos Históricos , vol.11, nº 21, 1988.
Artigos em coletâneas:

JOUTARD, PHilippe. “História oral: balanço da metodologia e da produção nos últimos 25 anos”. Em: FERREIRA, Marieta Moraes e AMADO, Janaína (orgs.) – Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1996.


Artigos em sites da Internet:

SAIDÓN, O. – Generación 70 y psicoanálisis argentino. Estados Gerais da Psicanálise , www.estadosgerais.com.br, acessado em 13 de dezembro de 2004.


Teses acadêmicas:

FIGUEIREDO, Ana Cristina. Estratégias de difusão do movimento psicanalítico no Rio de Janeiro 1970-1983 . Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica/PUC, Rio de Janeiro (mimeo), 1984.





Formatação do Texto


Solicitamos que o texto sempre seja digitado com um mínimo de formatação, de acordo com as seguintes recomendações:


• Formato de parágrafo justificado;
• Fonte Normal, Times New Roman, Tamanho 12, Espaçamento entrelinhas 1,5;
• Evitar totalmente o uso do comando TAB;
• A cada parágrafo não incluir qualquer recuo;
• No caso de citações, colocá-las entre aspas na seqüência do texto, pois haverá tratamento de layout;
• Apenas utilize itálico para palavras estrangeiras;
• Jamais utilize negrito e/ou sublinhado, exceto nos títulos e subtítulos.

 

Políticas de Seção

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Biografia

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 


ISSN: 1809-8894